Quem implantou o comunismo na Rússia?

Perguntado por: iramires . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.7 / 5 4 votos . 12 colaboradores . 1409 visualizações

O partido foi fundado no ano de 1912 pelos bolcheviques (facção majoritária do Partido Operário Social-Democrata Russo), um grupo revolucionário, liderado por Vladimir Lenin, que ascendeu ao poder após a Revolução de Outubro de 1917.

Josef Stalin (1878-1953), nascido Iosif Dugachvili, foi um político revolucionário e tirano de origem georgiana. Stalin ficou conhecido por ter participado ativamente da Revolução Bolchevique, realizada na Rússia em 1917, juntamente a Lenin, Trotsky e outros comunistas eslavos.

Surge a União Soviética
Em 1918, iniciou-se a Revolução Ucraniana, que buscava instalar um sistema anarquista no país. O Partido Comunista Russo, temendo avanços dessa revolução para dentro de seu território, anexou a Ucrânia em 1921. Nascia assim a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, ou apenas URSS.

A União Soviética ou União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) foi uma nação que existiu entre 1922 e 1991. A União Soviética surgiu como resultado direto da Revolução Russa, que aconteceu em 1917 e transformou a Rússia em uma nação socialista.

Stalin liderou os soviéticos durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1939, assinou um acordo de não agressão com os alemães, e esse acordo permitiu-lhe colocar em prática seus desejos de expansão territorial. Invadiu e anexou o leste da Polônia e tentou invadir a Finlândia, mas acabou fracassando.

Lenin adere ao socialismo
Até então, Lenin não defendia os ideais do socialismo e era um jovem religioso, mas depois da morte de seu pai e da execução de seu irmão, ele aderiu aos ideais socialistas e passou a rejeitar a religião.

Lenin também defendia que os trabalhadores rebelassem-se contra o Governo Provisório, a saída imediata da Rússia da guerra (o Governo Provisório manteve o país no conflito), a nacionalização das indústrias instaladas no país, e a ideia de “Paz, pão e terra” como direitos básicos dos trabalhadores.

Rússia

O primeiro país a adotar o socialismo como sistema socioeconômico foi a Rússia, após a Revolução Russa em 1917. Em 1922, formou-se a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), constituída por 15 repúblicas, cujo o poder central se concentrava em Moscou, na Rússia.

A Revolução Russa de 1917 foi uma série de eventos políticos na Rússia, que, após a eliminação da autocracia russa e depois do Governo Provisório (Duma), resultou no estabelecimento do poder soviético sob o controle do partido bolchevique. O resultado desse processo foi a criação da União Soviética, que durou até 1991.

Achavam que primeiramente seria necessário que o capitalismo russo se desenvolvesse para depois lutarem pelo socialismo. Para isso, eram necessárias reformas progressistas, feitas na Duma (Parlamento), que seriam lideradas pela burguesia (Revolução Burguesa) contra o czarismo.

Ele se desenvolveu no final do século XIX a partir do movimento sindical francês (sindicato é a palavra francesa para sindicato). Foi uma força significativa na Itália e na Espanha no início do século XX, até ser esmagada pelos regimes fascistas desses países.

A República de Cuba é atualmente o único Estado socialista da América, desde a Revolução Cubana, que triunfou em 1959.

Em 30 de dezembro de 1922, é fundada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), incluindo a Rússia, a Ucrânia, a Bielorússia, repúblicas da Ásia Central e a Transcaucásia (subdividida em 1936 nas repúblicas da Geórgia, Armênia e Azerbaijão).

O fato é que, além das ações de terror promovidas contra os próprios membros de sua cúpula administrativa, Stalin continuou nos anos seguintes a promover assassinatos em massa e prisões em campos de trabalho forçado contra a própria população soviética.

Seu objetivo com isso era ampliar o poder do Estado sobre o campo, local em que viviam cerca de 80% da população soviética e que ainda tinha inúmeros elementos contrários ao regime estabelecido desde 1917. O plano de coletivização das terras foi lançado junto com o Plano Quinquenal e realizado a partir de 1929.

O ateísmo de Estado da União Soviética era conhecido como gosateizm, e era baseado na ideologia do marxismo-leninismo. Como o fundador do Estado soviético, Lênin declarou: A religião é o ópio do povo; este provérbio de Marx é a pedra angular de toda a ideologia do marxismo a respeito da religião.

Lenin (1870-1924) foi um político revolucionário russo, principal líder da Revolução Russa de 1917 e primeiro presidente da Rússia socialista. Lenin, pseudônimo de Vladimir Ilitch Ulianov, nasceu em Simbirsk, (atual Ulianovsk), na Rússia, no dia 22 de abril de 1870.

Vários bancos e indústrias foram nacionalizados, os títulos de nobreza perderam o seu valor, as liberdades civis foram reorganizadas por novas leis, as forças armadas ganharam nova formação e os operários poderiam participar na gestão das indústrias em que trabalhavam.

Paz imediata!”. A multidão ovaciona. A partir daquele instante, reconhece o seu verdadeiro líder, o líder maior da revolução socialista, Lênin.

As Teses de Abril tinham como base os três pilares: "Paz,Terra e Pão":

  • Paz: a saída da Rússia da guerra.
  • Terra: promover a reforma agrária.
  • Pão: comida a todos.