Quem desenhou a bandeira do Brasil?

Perguntado por: abrites5 . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.8 / 5 6 votos . 6 colaboradores . 1453 visualizações

Raimundo Teixeira Mendes

A atual bandeira foi criada pelo filósofo e matemático Raimundo Teixeira Mendes e por seu cunhado, o também filósofo, Miguel Lemos. Os dois eram praticantes da filosofia positivista, liderada pelo filósofo francês Auguste Comte.

A bandeira do Brasil foi oficialmente apresentada no dia 19 de novembro de 1889 e foi adotada por meio de um decreto assinado pelo presidente provisório do Brasil, que na época era o marechal Deodoro da Fonseca. O decreto determinava a permanência das cores, e as mudanças que aconteceriam na bandeira.

Dom Pedro I

BANDEIRA IMPERIAL
Inicialmente foi idealizada como pavilhão pessoal de Dom Pedro I, então Príncipe Real do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, pelo mestre Jean-Baptiste Debret, da Missão Artística Francesa.

Desenhada pelo pintor francês Jean-Baptiste Debret, a bandeira do Brasil Império, de formato retangular e com fundo verde, tinha no centro um losango amarelo; dentro dele, o brasão nacional. O distintivo consistia em um escudo verde, tendo ao centro a esfera armilar e a Cruz da Ordem de Cristo (em vermelho).

É por isso que é esse o Dia da Bandeira. Antes, a bandeira brasileira era semelhante à dos Estados Unidos da América, apresentando listras verdes e amarelas em lugar das vermelhas e brancas que simbolizam o país norte-americano.

O ato ocorre em comemoração ao Dia da Bandeira, e é um ritual previsto no regulamento militar como forma que as forças de segurança têm de dar fim aos pavilhões desbotados e danificados com a ação do tempo. No 1º Batalhão, em Palmas, dez exemplares velhos foram queimados.

O Decreto-lei nº 898/69, que definia os crimes contra a segurança nacional e a ordem política e social, determinava, em seu art. 44, que “destruir ou ultrajar a bandeira, emblemas ou símbolos nacionais, quando expostos em lugar público” era considerado crime, com pena de detenção de 2 a 4 anos.

O Exército Brasileiro informou que as bandeiras que estragam são incineradas em cerimônia que ocorre no dia 19 de novembro, dia da Bandeira. Fomos pesquisar e vimos que o exemplar de bandeira estragado e que está em desuso, deve ser entregue a qualquer unidade militar, para incineração.

Significado das cores da Bandeira do Brasil
verde - representa a vegetação brasileira; amarelo - representa o ouro e as riquezas; azul - representa o céu e os rios brasileiros; branco - representa o desejo pela paz.

Bandeira Imperial do Brasil (1822 a 1889): a primeira bandeira do Brasil independente. A bandeira Imperial do Brasil inicialmente foi criada como pavilhão pessoal do príncipe do Reino.

Importante símbolo da nação brasileira
A bandeira do Brasil é a personificação do país, o principal componente para delimitar e diferenciar os territórios nacionais. É o símbolo mais importante da nação. Representa o patriotismo e envolve todas as histórias e características da população brasileira.

- Cor verde: simbolizava a Casa de Bragança, dinastia a qual fazia parte Dom Pedro I. - Cor amarela: representava o ouro e as riquezas minerais existentes em solo brasileiro. - Ramos de café e tabaco: representava os dois principais produtos agrícolas do Brasil Imperial. - Coroa: símbolo do regime monárquico.

A antiga bandeira do Brasil imperial foi criada pelo artista Jean-Baptiste Debret e ficou em vigor entre 1822 a 1889.

O país já teve 13 bandeiras --a cada mudança que acontecia, um novo símbolo nacional era criado. Em 1815, por exemplo, quando o país deixou de ser colônia de Portugal, adotou a bandeira do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve. Seis anos depois, em 1821, já havia uma nova, que vigorou até 1822.

A primeira bandeira brasileira, que ainda não se parecia com a atual, foi criada em 19 de setembro de 1822 por decreto de dom Pedro I (1798-1834). Só em 1889, com a Proclamação da República, as armas do Império foram substituídas pelo círculo azul, o emblema republicano.

Orgulho pansexual
Na bandeira, a faixa azul representa atração por quem se identifica como homem, a faixa rosa, por quem se identifica como mulher, e o amarelo simboliza o interesse por pessoas que se identificam como genderqueer, não binárias, andróginas ou agênero.

A única estrela a figurar acima do lema "Ordem e Progresso" representa o estado do Pará. Isso por que em 1889, o Pará era o estado com cuja capital estava mais ao norte do país. Belém ainda continua lá, mas com a criação do estado de Roraima, Boa Vista agora ostenta este título.

A bandeira da Dinamarca, conhecida como Dannebrog, é considerada a mais antiga do mundo em uso contínuo. Os dinamarqueses também foram os primeiros a posicionar a cruz mais à esquerda, dando origem à subfamília das cruzes escandinavas. A lenda conta que o Dannebrog caiu do céu durante uma batalha na Estônia, em 1219.

O Decreto-lei nº 898/69, que definia os crimes contra a segurança nacional e a ordem política e social, determinava, em seu art. 44, que “destruir ou ultrajar a bandeira, emblemas ou símbolos nacionais, quando expostos em lugar público” era considerado crime, com pena de detenção de 2 a 4 anos.

Na Constituição promulgada em 2 de outubro de 1988 (Constituição cidadã), a matéria vem tratada no Título II, Dos Direitos e Garantias Fundamentais, Capítulo III, Da Nacionalidade, art. 13, § 1º: “São símbolos da República Federativa do Brasil a bandeira, o hino, as armas e o selo nacionais”.