Quem amamenta pode tomar cerveja?

Perguntado por: ajaques . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.5 / 5 14 votos . 8 colaboradores . 1155 visualizações

A Organização Mundial de Saúde recomenda evitar o uso de álcool e outras drogas durante a amamentação. Ainda assim, estima-se que entre 12% a 83% de mulheres que amamentam consomem álcool e 7% a 16% tabaco.

Síndrome Fetal do Álcool (FAS) e Distúrbios do Espectro Alcoólico Fetal (FASD) são nomes dados aos problemas que um bebê pode ter se a mãe beber durante a gravidez. O álcool pode causar crescimento retardado, defeitos congênitos e danos cerebrais.

A substância também gera efeitos no corpo da lactante. De acordo com um estudo publicado na New England Journal of Medicine, o álcool tem potencial inibidor sobre a prolactina, hormônio responsável pela produção de leite e, como resultado, pode ocasionar a redução da fonte de nutrição do bebê.

Tudo bem, a cerveja contém aminoácidos, substâncias precursoras das proteínas que favorecem a produção de prolactina, hormônio que estimula a produção e liberação do leite materno.

- O nível de álcool no sangue e no leite permanecem alterados entre duas a 12 horas após a ingestão de bebidas alcoólicas.

Pode ocorrer apenas ocasionalmente, e a quantidade de álcool não pode ultrapassar 0,5 g de álcool puro por quilograma de peso corporal. Isso significa que uma mãe que amamenta pode beber uma cerveja pequena (330 ml) ou um copo de vinho (cerca de 100 ml).

Desta forma, a ideia de que consumir cerveja preta pode aumentar a produção de leite materno é um MITO, e, assim como todas as bebidas com teor alcoólico, a cerveja não deve ser consumida por lactantes!

Canjica, cerveja preta e quinoa aumentam a produção de leite materno.

A produção de leite materno depende bastante do nível de hidratação da mãe e, por isso, beber 3 a 4 litros de água por dia é essencial para manter uma boa produção de leite. Além da água, também se pode ingerir sucos, chás ou sopas, por exemplo.

Quantas horas depois de tomar vinho posso amamentar? O mais indicado quando for ingerir vinho, é que tenha um intervalo de tempo até dar de mamar novamente. Esse intervalo deve ser de 2 a 3 horas para uma porção de 140ml de vinho, se o consumo for maior, considere até 4 horas.

Chocolate
O chocolate é rico em teobromina que tem um efeito semelhante ao da cafeína e alguns estudos mostram que 113 g de chocolate tem aproximadamente 240 mg de teobromina e pode ser detectada no leite materno 2 horas e meia após sua ingestão, podendo causar irritação no bebê e dificuldade para dormir.

Uma vez no sangue materno, os medicamentos podem ser excretados parcialmente para a glândula mamária e, daí, para o leite . Assim, a presença e/ou a concentração da droga no leite dependerá, dentre outros fatores, da via de administração à mãe .

A lactante até pode beber vinho, mas é preciso tomar cuidado para não se exceder. As bebidas alcoólicas podem causar prejuízos à amamentação em função da quantidade bebida e do teor alcoólico.

No período de lactação, a recomendação da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatra) é que as mães não consumam nenhum tipo de bebida alcoólica e em nenhuma quantidade, e por dois motivos.

Essa cerveja é rica em ferro, o que fortalece o sangue e previne a formação de coágulos. Ela também é uma grande fonte de energia, já que possui baixo teor alcoólico e componentes que dão disposição para o corpo. Além disso, auxilia o bom funcionamento do coração e hidrata a pele.

Diversos profissionais de saúde, entre eles obstetras e pediatras, indicam o uso de Equilid ou Dogmatil a lactantes no intuito de aumentar a produção de leite materno para o bebê.

Não. Antigamente, muitas pessoas acreditavam que alguns alimentos como canjica e cerveja preta eram capazes de aumentar a produção de leite. Hoje, já se sabe que isso não é verdade. A única substância capaz de ajudar na produção de leite materno é a água.

  • Abacate. O abacate é uma fonte rica de nutrientes para as mães que estão amamentando. ...
  • Nozes. Outra fonte de nutrição, as nozes são ricas em minerais essenciais, como ferro, cálcio e zinco, bem como vitaminas K e B. ...
  • Feijão e Legumes. ...
  • Cogumelos. ...
  • Vegetais com folhas verdes. ...
  • Vegetais de raiz vermelha e laranja. ...
  • Sementes. ...
  • Cúrcuma.

Um remédio natural para aumentar a produção de leite materno é a Silimarina, que é uma substância extraída da planta medicinal Cardo Mariano.
...
Chá para produzir mais leite materno

  1. 10 g de alcaravia;
  2. 10 g de frutos secos de arneto;
  3. 40 g de folhas de erva-cidreira;
  4. 80 g de alpínia;
  5. 80 g de funcho;
  6. 80 g de verbena.

Sim pde, uma mãe que amamenta pode tomar 1 cálice de vinho a cada 2 dias, sem problemas.