Quantos volts tem um raio?

Perguntado por: eferrari . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.7 / 5 10 votos . 6 colaboradores . 1047 visualizações

A voltagem de um raio encontra-se entre 100 milhões e 1 bilhão de Volts. Sua corrente é da ordem de 30 mil Ampères, ou seja, a mesma utilizada por 30 mil lâmpadas de 100 W juntas. Em alguns raios, a corrente pode chegar a 300 mil Ampères!

Diferentemente do que se acredita, a energia dos relâmpagos não é muito grande. Considerando que um relâmpago nuvem-solo transporta uma carga elétrica média de 10 C, e que a tensão ao longo do canal é em torno de 100 milhões de volts, então a energia elétrica total do relâmpago é de 10^9 J, ou seja, cerca de 300 kWh.

Leva apenas alguns milésimos de segundos para se ser atingido por um raio. Depois disso, nada mais é como antes. Afinal, tal evento pode gerar temperaturas em torno de 50 mil graus Celsius, tão quente quanto a superfície do Sol.

768 km

O maior raio do mundo é de 768 km cruzou os estados do Mississippi, Louisiana e Texas, nos Estados Unidos no dia 29 de abril de 2020. Veja, é quase a mesma distância entre as capitais brasileiras. Esse foi um dos recordes que a Organização Meteorológica Mundial anunciou no dia 1º de fevereiro.

Um raio comum costuma ter intensidade de 30 mil amperes. Para efeitos de comparação, isso equivale a intensidade de mil chuveiros elétricos.

Um raio comum costuma ter intensidade de 30 mil amperes. Para efeitos de comparação, isso equivale a intensidade de mil chuveiros elétricos.

No caso das descargas geradoras dos relâmpagos, as enormes correntes envolvidas emitem ondas de rádio com uma gama de frequências que se estende desde abaixo de 1 Hz até aos 300 MHz, com um pico de intensidade nas frequências de 5 a 10 kHz.

"O raio é perigoso porque é uma descarga elétrica, que ao atingir uma pessoa, ou cair próximo dela, pode ser fatal. Já o trovão é apenas o som proveniente do deslocamento de ar da passagem do raio", explica Gerson Santos, integrante do grupo de espetáculos Ciência em Show.

Enquanto a temperatura da superfície do Sol é de aproximadamente 5800 K, a temperatura do ar que conduz os raios pode chegar facilmente a 30.000 ºC.

O trovão é uma onda sonora provocada pelo aquecimento do canal principal durante a subida da Descarga de Retorno. Ele atinge temperaturas entre 20 e 30 mil graus Celsius em apenas 10 microssegundos (0,00001 segundos).

A temperatura de um relâmpago chega até 30 mil graus Celsius, enquanto a temperatura da superfície solar é de cerca de 5.800 graus. É o aquecimento do ar, de uma forma tão abrupta, que gera o barulho dos trovões.

Um raio de quase 800 quilômetros de comprimento que iluminou o céu em três estados dos EUA bateu o recorde mundial de relâmpago mais longo, confirmaram cientistas. O fenômeno, registrado em 2020, se estendeu por um total de 768 km, cruzando os estados do Mississippi, Louisiana e Texas, nos Estados Unidos.

A Organização Meteorológica Mundial divulgou imagens de um "super raio" registrado nos Estados Unidos, que bateu o recorde de maior do mundo. O raio percorreu 768 quilômetros. O fenômeno foi registrado em abril do ano passado e cruzou três estados: Luisiana, Mississípi e Texas.

O último recorde havia sido registrado no Brasil, no dia 31 de outubro de 2018 com um raio de 709 km que surpreendeu os habitantes da região Sul do país. O recorde de raio com maior duração também foi registrado pela organização pertencente à ONU.

O raio é a distância entre um ponto de uma circunferência e seu centro. O raio do círculo é a distância entre a borda do círculo e seu centro.

Qualquer segmento de reta que seja delimitada pela extremidade de uma circunferência e por um ponto que represente o seu centro, será o raio dessa circunferência. O valor do diâmetro tem o dobro do valor do raio.

No que se refere à formação de raios, temos a seguinte situação: Fortes correntes de convecção elevam gotículas de água para a região superior da nuvem, onde a temperatura é menor. Lá essas gotículas se congelam formando minúsculos cristais de gelo.

6.371 km

Mas vocês sabem a diferença entre eles? De uma forma bem simples podemos dizer que o raio é aquela faísca que a gente vê saindo da nuvem e indo até o solo, uma descarga elétrica. O relâmpago é o clarão, o efeito visual, a luminosidade que as descargas elétricas produzem.

Os raios se formam quando certa região de uma nuvem acumula excesso de carga elétrica, positiva ou negativa. Se isso ocorre, o raio é o meio de desfazer a tensão, por meio da transmissão da eletricidade.