Quantas zoonoses existem?

Perguntado por: anogueira . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.5 / 5 9 votos . 9 colaboradores . 1457 visualizações

Zoonoses são doenças transmitidas pelos animais aos seres humanos. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), existem mais de 200 tipos de zoonoses.

Zoonoses são doenças infecciosas transmitidas de animais para pessoas, que podem ser causadas por bactérias, parasitas, fungos ou vírus. Gatos, cachorros, carrapatos, aves, vacas e roedores sãos os principais responsáveis por zoonoses, especialmente raiva, esporotricose, leishmaniose, zika e criptococose, por exemplo.

A maioria das zoonoses é conhecida como doenças negligenciadas e caracterizam um grupo de doenças tropicais endêmicas, que ocorrem em países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, geralmente associadas a pobreza.

As zoonoses são enfermidades naturalmente transmissíveis entre os animais e o homem, representando uma importante ameaça à saúde e ao bem estar da população.

493-497, 2003.). No último século, emergiram ou reemergiram pelo menos 14 doenças infecciosas ou parasitárias, com destaque para ebola, dengue, chikungunya, zika, febre amarela, tuberculose, SARS, sarampo, varíola, HIV/AIDS, gripes (influenzas humana, aviária ou suína) e parasitoses (tripanossomíases).

Como exemplo de doença emergente temos a AIDS, a hepatite C, a febre hemorrágica pelo vírus Ebola, a encefalite espongiforme (doença da vaca louca), ou por microorganismos que só atingiam animais e que, agora, afetam também seres humanos como o vírus da Febre do Nilo Ocidental, o hantavírus, o vírus da influenza ...

A zoonose pode ser causada por bactérias, parasitas, fungos e vírus.
...
Quais são as causas da zoonose?

  • picadas de insetos;
  • contato com secreções ou objetos de animais infectados;
  • mordida ou arranhões de animais infectados;
  • ingestão de água ou alimentos contaminados por fezes, urina ou saliva do animal infectado.

1.1 Zoonoses em geral
As zoonoses monitoradas por programas nacionais de vigilância e controle do Ministério da Saúde são: peste, leptospirose, febre maculosa brasileira, hantavirose, doença de Chagas, febre amarela, febre de chikungunya e febre do Nilo Ocidental.

Zoonoses são doenças infecciosas transmitidas entre animais e pessoas. Os patógenos podem ser bacterianos, virais, parasitários ou podem envolver agentes não convencionais e podem se espalhar para os humanos por meio do contato direto ou através de alimentos, água ou meio ambiente.

Em essência, Saúde Única reconhece que a chave para a saúde humana está no equilíbrio dos ecossistemas e na conservação da biodiversidade, e entende que prevenir o surgimento de zoonoses passa necessariamente por propor soluções que tenham em vista o bem-estar humano, animal e do planeta.

As zoonoses são doenças que podem acometer tanto seres humanos quanto animais: ambos podem contaminar um ao outro. Isso ocorre porque alguns microrganismos, como vírus, bactérias ou fungos, têm a capacidade de afetar tanto as células de animais como as dos humanos.

Zoonoses são doenças transmitidas de animais ao homem, direta ou indiretamente (através de vetores). Quando um inseto vetor está envolvido, a doença também é conhecida como uma “arbovirose” (de arthorpod borne virus”).

Os principais sintomas da virose são diarreia, febre, vômito, enjoo, falta de apetite, dor muscular, dor na barriga, dor de cabeça, secreção nasal e tosse. Os sintomas variam de pessoa para pessoa e não necessariamente alguém com virose apresentará todos eles.

Zoonoses tropicais são: São patologias transmitidas de animais para humanos, ou vice versa, que se manifestam em países tropicais e subtropicais - letra b).

A crescente destruição das florestas tropicais leva a perda da nossa biodiversidade e consequente aumento do contato e infecção por zoonoses antes desconhecidas, completando assim a tríade de eventos que resultam nas mais diversas doenças emergentes.

Doenças tropicais, como a malária, a doença de Chagas, a doença do sono (tripanossomíase humana africana, THA), a leishmaniose visceral (LV), a filariose linfática, a dengue e a esquistossomose continuam sendo algumas das principais causas de morbidade e mortalidade em todo o mundo.

A toxoplasmose, as leishmanioses tegumentares e a tripanossomíase americana (doença de Chagas) são exemplos de anfixenose: infectam o homem e dezenas de outras espécies de vertebrados.

Doenças infecciosas emergentes e reemergentes são aquelas cuja incidência em humanos vem aumentando nas últimas duas décadas ou ameaça aumentar num futuro próximo8.

-São doenças novas que provocam significado impacto sobre o ser humano, devido a sua gravidade e potencialidade ou pelas repercussões sociais. - São aquelas que reaparecem após um período de declínio significativo ou com risco de aumento no futuro próximo.

As zoonoses são doenças de origem infecciosa transmitidas dos animais para os humanos e vice-versa. Elas representam cerca de 75% das doenças infecciosas emergentes atuais.