Quantas usinas nucleares existem no mundo?

Perguntado por: aornelas . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.8 / 5 8 votos . 9 colaboradores . 603 visualizações

Segundo dados de maio de 2019 da Associação Nuclear Mundial (WNA, na sigla em inglês), existem 447 reatores nucleares em operação no mundo, em 30 países, com capacidade instalada total de 398,154 MWe.

A usina de Zaporizhzhia está localizada na cidade de Enerhodar, à margem do reservatório de água Kakhovka. Fica a cerca de 200 quilômetros da região separatista de Donbass e a 550 quilômetros a sudeste de Kiev. Ao todo, 6 reatores de geração de energia estão em operação na instalação.

10%

Qual a porcentagem do uso de energia nuclear no Brasil e no mundo? De acordo com dados da Associação Nuclear Mundial (WNA, na sigla em inglês), a energia nuclear fornece atualmente cerca de 10% da eletricidade do mundo a partir de cerca de 440 reatores.

Caso você já tenha se perguntado se existe usina nuclear no Brasil, saiba que nosso país conta com três instalações do tipo.

Angra 1 custou R$ 84 bilhões. Angra 2, com o dobro da capacidade, R$ 17,2 bi- lhões. Angra 3, “gêmea” de Angra 2, está orçada em R$ 25 bilhões.

Kashiwazaki-Kariwa, a maior usina nuclear do mundo
A usina nuclear de Tokyo Electric Power Co. no Japão tem capacidade líquida de 7.965MW. E possui 7 reatores de água fervente, BWR, com capacidade instalada bruta de 8.212MW.

Estados Unidos

Os Estados Unidos, com 98 usinas em funcionamento, é o país que mais gera energia por fonte nuclear no mundo, sendo responsável por aproximadamente 1/3 da produção total deste tipo de energia.

1%

No Brasil, a energia nuclear responde por apenas cerca de 1% da geração de eletricidade.

Nesse sentido, o Brasil apresenta uma condição bastante favorável em relação ao resto do mundo. Não existe uma fonte de energia que só tenha vantagens. Não há energia sem controvérsia, mas a nuclear, pelo poder destruidor que tem qualquer vazamento de radiação, não deve ser utilizada para produzir eletricidade.

Essa fonte de energia ainda não é expressiva no Brasil porque o país possui muitos recursos energéticos que ainda não foram aproveitados. Mas o Brasil objetiva, principalmente, dominar a tecnologia da geração de energia nuclear, em vista também da sua importância para a segurança nacional e para o futuro do país.

Segundo o Sistema de Informação de Reatores de Potência da Agência Internacional de Energia Atômica (Pris/IAEA, na sigla em inglês), a China possui atualmente 54 usinas nucleares em operação, que fornecem 51,109 GWe à matriz nacional (participação de 4,9%).

Quanto custa uma usina solar? Uma usina solar com capacidade de 1 MW custa, aproximadamente, de R$ 4 a R$ 5 milhões. No entanto, alguns aspectos, como área de instalação, potência instalada e fatores climáticos, podem variar o valor de aquisição.

Angra 1 custou R$ 8,4 bilhões. Angra 2, com o dobro da capacidade, R$ 17,2 bi- lhões. Angra 3, “gêmea” de Angra 2, está orçada em R$ 25 bilhões.

5 maiores hidrelétricas do mundo

  • Três Gargantas, China (22.500 MW)
  • Itaipu, Brasil e Paraguai (14.000 MW)
  • Xiluodu, China (13.860 MW)
  • Belo Monte, Brasil (11.233 MW)
  • Guri, Venezuela (10.200 MW)
  • E por falar em Usinas....

O projeto vem da NuScale, uma empresa nascida de pesquisas na Oregon State University que recebeu alguns fundos substanciais do Departamento de Energia norte-americano. O mini-reator é um cilindro de aço de 23 metros de altura por 5 metros de largura, capaz de produzir 50 megawatts de eletricidade.

Três países respondem por 60% do total mundial de capacidade instalada em usinas nucleares e em geração de nucleoeletricidade (Japão, França e EUA). Entre estes, destacam-se a França, com 80% de sua energia gerada por 56 reatores nucleares, e o Japão, com 30%.

No caso de um ataque com bombas nucleares, Sarah Lima diz que um efeito imediato no Brasil seria "o aumento da inflação e dos preços de diversos produtos, assim como a possibilidade de escassez de determinados produtos importados. Além disso, definitivamente não haveria qualquer espaço para "neutralidade"", afirma.

Angra 1 - 657 MW.

Chance de acidente é muito baixa, mas impactos seriam graves
O Brasil tem apenas duas usinas nucleares, Angra 1 e Angra 2, responsáveis pela produção de 3% da energia consumida no país - para comparação, a usina hidrelétrica de Itaipu gera 15%. Angra 1 entrou em operação comercial em 1985 e, Angra 2, em 2001.

Há cerca de 3 mil instalações em funcionamento em todo país (não são usinas, são instalações que exploram de alguma maneira a energia nuclear) que utilizam material ou fontes radioativas como combustível para setores da produção industrial, ou no campo da saúde ou ainda pesquisa, principalmente na área química.