Quantas galáxias existem?

Perguntado por: eamorim . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.8 / 5 9 votos . 11 colaboradores . 570 visualizações

Os cientistas acreditam que existem cerca de 100 bilhões de galáxias no nosso Universo, mas não se sabe o número exato, afinal ninguém nunca parou para contar todas as galáxias existentes. Com a melhoria dos telescópios passamos a ser capazes de ver cada vez mais galáxias.

Alcyoneus

Alcyoneus têm 16,3 milhões de anos-luz de comprimento e constitui na maior estrutura conhecida de origem galáctica. Uma gigante galáxia radiofônica que atinge 5 megaparsecs, ou 16,3 milhões de anos-luz de comprimento, foi descoberta por uma equipe de pesquisadores.

Ambas são classificadas como radiogaláxias, ou seja, são galáxias que tem uma intensa emissão de rádio no espectro eletromagnético. Em geral, esse tipo de objeto extragalático tem até 22 vezes o tamanho da Via Láctea.

Então, fica assim:

  • Galáxia espiral Sa: núcleo maior, braços pequenos e bem enrolados.
  • Galáxia espiral Sb: núcleo e braços intermediários.
  • Galáxia espiral Sc: núcleo menor, braços grandes e mais abertos.

a Via Láctea

O planeta Terra está localizado no Sistema Solar que, juntamente com mais de 100 bilhões de estrelas, formam a nossa galáxia, a Via Láctea.

Estima-se que a nossa galáxia, a Via Láctea, possui de 200 a 400 bilhões de estrelas. As galáxias possuem em média centenas de bilhões de estrelas. E as estimativas também apontam para centenas de bilhões de galáxias no Universo. Isto resultaria na existência de mais de 10 sextilhões de estrelas.

a Via Láctea

Elas são definidas de acordo com a sua forma, podendo ser espirais, elípticas ou irregulares. Entre as principais galáxias, temos a Via Láctea, na qual vivemos, Andrômeda, Galáxia do Triângulo e Nuvem de Magalhães.

A pequena galáxia, chamada Virgem I, junta-se a cerca de 50 companheiras conhecidas da Via Láctea. Ela está localizada a 280.000 anos-luz de distância e tem 124 anos-luz de diâmetro – algo minúsculo mesmo para uma galáxia anã. Como comparação, a Via Láctea tem cerca de 100.000 anos-luz de diâmetro.

As galáxias são formadas por diversos elementos cósmicos, como gases, poeiras e estrelas. Elas formam grandes estruturas heterogêneas que apresentam processos dinâmicos. As galáxias são estruturas celestes presentes no Universo. Galáxia é uma grande estrutura formada por vários corpos celestes.

A Via Láctea é uma entre as bilhões de galáxias existentes no universo. Ela merece nossa atenção especial porque é onde está localizado o Sistema Solar e, consequentemente, o nosso planeta.

A descoberta de planetas localizados fora do sistema solar, também chamados de exoplanetas, contribui para os estudos de possíveis sinais de vida pelo universo.

105.700 anos-luz

O Centro Galáctico é o centro rotacional, o baricentro, da Via Láctea. Seu objeto massivo central é um buraco negro supermassivo de cerca de 4 milhões de massas solares, que alimenta Sagittarius A*, uma fonte de rádio compacta que está quase exatamente no centro de rotação galáctico.

Cientistas também estão sujeitos a erro e a viés. As maiores estruturas do universo hoje têm medidas exorbitantes. A atual recordista é a Hercules-Corona Borealis Great Wall, com quase 10 bilhões de anos-luz de comprimento, descoberta também em 2013, mas anunciada após a revelação do LQG.

Há monstros ainda maiores, como o encontrado no coração da galáxia Holm 15A, a 700 milhões de anos-luz de distância de nós e com tamanho equivalente a 40 bilhões de massas solares. E TON 618, a 10,4 bilhões de anos-luz, é ainda maior, com 66 bilhões de massas solares.

VY Canis Majoris

Não é possível precisar exatamente a maior estrela que existe no universo, uma vez que conhecemos apenas uma pequena parte dele. Porém, entre as estrelas conhecidas atualmente, a maior é a VY Canis Majoris, ou simplesmente VY Cma.

105.700 anos-luz

Ainda que você imagine que ele tem tamanho finito, o que está fora também faz parte do universo". Mas o cosmos também pode ser infinito em tamanho. Nesse caso, você nem precisa se preocupar com esse enigma: o universo, sendo tudo o que existe, é infinitamente grande e não tem borda, então não fora para sequer falar.

Um exoplaneta é um planeta fora do nosso sistema solar que normalmente orbita uma estrela que não seja o Sol em nossa galáxia. Até agora, todos os exoplanetas encontrados estavam na Via Láctea – a maioria deles a menos de 3 mil anos-luz da Terra.

Fontes de água existem em outros lugares na Via Láctea. Uma nuvem gigante de vapor d'água está presente na nebulosa de Órion, cerca de 1.500 anos-luz distante do Sol. As fontes de água podem ajudar a explicar a origem da água no Sistema Solar.