Qual protocolo é utilizado para navegar na internet?

Perguntado por: lpires7 . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.9 / 5 20 votos . 11 colaboradores . 1424 visualizações

O protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol — Protocolo de Transferência de Hipertexto) é usado para navegação em sites da internet. Funciona como uma conexão entre o cliente (browser) e o servidor (site ou domínio).

IPv4 e IPv6 são os protocolos responsáveis por identificar computadores na Internet e garantir que as informações cheguem ao destino correto.

IP vem do inglês "Internet Protocol" (protocolo de rede) que consiste em um conjunto de regras que regem o formato de dados enviados pela Internet ou por uma rede local.

Protocolos de serviços básicos, que fornecem serviços para atender as próprias necessidades do sistema de comunicação TCP/IP: DNS, BOOTP, DHCP. Protocolos de serviços para o usuário: FTP, HTTP, Telnet, SMTP, POP3, IMAP, TFTP, NFS, NIS, LPR, LPD, ICQ, RealAudio, Gopher, Archie, Finger, SNMP e outros.

IPV6 é o protocolo da internet. A versão 6 é a mais atual e sucede a anterior, IPV4. Ao enviar e receber informação pela internet, os dados são divididos em pacotes. Cada pacote é identificado por um endereço de quem envia e de quem recebe.

A IP4 tem como objetivo fornecer segurança nas operações de embarque e desembarque de passageiros e insumos como medicamentos, gêneros alimentícios, vestuários, entre outros aos municípios localizados às margens dos rios, que dependem exclusivamente do transporte hidroviário.

IPv4 x IPv6: Comparação de velocidade
Na teoria, IPv6 seria um pouco mais rápido, já que os ciclos não precisavam ser perdidos em traduções NAT. Mas IPv6 também tem pacotes maiores, que pode o tornar mais lento em alguns casos de uso.

Protocolo é o conjunto de regras sobre o modo como se dará a comunicação entre as partes envolvidas. Protocolo é a "língua" dos computadores, ou seja, uma espécie de idioma que segue normas e padrões determinados. É através dos protocolos que é possível a comunicação entre um ou mais computadores.

O protocolo de internet puro, ou seja, o IP, é o principal protocolo de comunicação na rede. Ele é o responsável por endereçar e encaminhar os pacotes que trafegam pela internet. O IP, porém, não se assegura da entrega de seus pacotes de dados. Por isso, é comum que esse protocolo seja combinado ao TCP.

A camada de rede é responsável pelo encaminhamento dos dados através da interligação de redes, endereçamento de pacotes de dados, e conversão de endereços lógicos (IP) em endereços físicos ou MAC.

São exemplos de protocolos da camada de aplicação, transporte e internet, respectivamente: http, UDP e TCP.

Eles são algumas vezes chamados de "protocolos TCP/IP", já que os dois protocolos: o protocolo TCP - Transmission Control Protocol (Protocolo de Controle de Transmissão); e o IP - Internet Protocol (Protocolo de Internet) foram os primeiros a serem definidos.

O protocolo TCP utiliza:Conexões ponto a ponto e full-duplex entre pares de processos. Apresentação de três vias (three way handshake) como técnica de recuperação de erros. Temporizadores para garantir a entrega dos segmentos na ordem correta.

A capacidade de controle de transmissão também torna o protocolo fundamental para a grande rede. Afinal, o TCP/IP verifica as condições de tráfego e direciona os pacotes para diferentes rotas se for necessário, evitando que haja gargalo com rotas congestionadas ou inativas.

A disponibilidade de um número quase ilimitado de endereços IP é um dos maiores benefícios da implementação de redes IPv6. Comparado ao IPv4, o IPv6 aumenta o número de bits do endereço por um fator 4. Desta forma, o endereço que na versão 4 era de 32 bits, passa a ter 128 bits.

Não é recomendável desativar o IPv6 em condições normais, mas usuários avançados recorrem à prática para resolver alguns problemas de conexão. Por ser relativamente novo, o protocolo pode ter sido mal implementado pelo provedor, causando problemas de rotas e incompatibilidades com sistemas.

IPv4 e IPv6 são protocolos de rede que permitem que os dispositivos eletrônicos se comuniquem entre si. Estes protocolos dão aos dispositivos conectados um endereço IP (Internet Protocol) que é usado para localizar e enviar dados entre dispositivos através da web e em redes locais.

O IPv4 define, entre outras coisas importantes para a comunicação entre computadores, que o número IP tem uma extensão de 32 bits. Com 32 bits, o IPv4 tem disponíveis em teoria cerca de quatro bilhões de endereços IP mas, na prática, o que está realmente disponível é menos da metade disso.

Cada endereço IPv4 é tipicamente representado por 32 bits (1 byte), divididos em 4 grupos com 8 bits cada (1 byte), onde cada grupo é separado por pontos. Como exemplo, pode-se citar o endereço 192.168.10.1.

Digite o comando “ipconfig” e aperte a tecla “Enter” no teclado; Procure por “Endereço IPv4”; O número que aparecer nesse campo é o seu IP local.