Qual o batimento cardíaco normal?

Perguntado por: eassis . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.5 / 5 16 votos . 10 colaboradores . 1390 visualizações

A quantidade normal de batimentos é de 50 a 90 batimentos por minuto (bpm)”, explica o cardiologista. O especialista ressalta que evitar as arritmias ainda é a melhor maneira de impedir morte súbita ou derrames causados pela doença. Mas, como prevenir o distúrbio e manter o coração no ritmo?

Uma frequência cardíaca perto dos 180 bpm é sinal de alerta total e perigo de morte.

Em repouso, a frequência cardíaca normal apresenta uma variação entre 60 e 100 batimentos por minuto (bpm). A aceleração dos batimentos (acima de 100 bpm) indica que a pessoa está com taquicardia. Já uma frequência cardíaca baixa, inferior a 60 bpm, é considerada uma condição de bradicardia.

A frequência cardíaca normal é de 50 bpm a 100 bpm. No entanto, quando os batimentos estão em 100 bpm em repouso, são considerados altos; abaixo de 40 por minuto em repouso, considerados baixos.

A frequência cardíaca normal em repouso varia entre 50 a 100 batimentos por minuto.

Sua frequência cardíaca máxima pode ser estimada com uma fórmula muito usada: 220 menos sua idade.

Abaixo desse valor, quando ocorrem batimentos cardíacos lentos ou a pessoa apresenta sintomas como tonturas, escurecimento visual, desmaios, sente-se cansada e frequentemente ofegante, ela deve procurar um cardiologista para definição do diagnóstico.

Considera-se batimento cardíaco acelerado quando a pessoa tem mais de 100 batimentos por minuto. Se for um episódio de início agudo e duradouro, associado ou não com sintomas como fraqueza, tontura, desmaios e falta de ar, a pessoa deve procurar atendimento médico de emergência.

Taquicardia é um aumento da frequência cardíaca, mais de 100 batidas por minuto, que pode tanto começar nas câmaras inferiores do coração (ventrículos) quanto nas câmaras superiores (átrios). Com estes ritmos elevados, o coração não consegue bombear eficientemente o sangue rico em oxigênio para o resto do seu corpo.

A bradicardia é o ritmo cardíaco irregular ou lento, normalmente com menos de 60 batimentos por minuto. Nesse ritmo, o coração não consegue bombear o sangue rico em oxigênio de forma suficiente para o seu corpo durante uma atividade ou exercício físico.

Como medir a frequência cardíaca
Coloque os dedos indicador e médio na parte lateral do pescoço e note que será possível sentir a pulsação. Conte, durante um minuto, quantas pulsações ocorrem. Outra opção é contar os batimentos durante 15 segundos e multiplicar os resultados por 4.

Esta condição é causada pelo envelhecimento natural do tecido cardíaco, por lesões no coração causadas por ataques cardíacos, por doenças congênitas na formação do coração, por infecções chamadas miocardites (que ocorrem no tecido muscular cardíaco), por hipotireoidismo, complicações de cirurgias cardíacas, ...

"Usualmente, a arritmia tem uma característica que diferencia da ansiedade: quando o coração dispara, tem taquicardia. Esse disparo é muito súbito e, quando volta ao normal, também volta de forma muito súbita. Já na ansiedade esse aumento e retorno à normalidade é mais gradual.

Tipos de ritmos cardíacos

  • Ritmo sinusal. É o ritmo normal, no qual cada batimento nasce no nó sinusal, segue para os átrios e ventrículos – também tem frequência padrão de batidas por minuto.
  • Taquicardias. ...
  • Bradicardias. ...
  • Séries de batimentos extras (extrassístoles) ...
  • Consulte com cardiologista online.

Confira a frequência cardíaca ideal por idade:
Mulheres de 18 a 65 anos: 73 a 78 bpm. Homens de 18 a 65 anos: 70 a 76 bpm. Idosos:mais de 65 anos 50 a 6 bpm.

Já para entender como calcular a frequência cardíaca máxima, é muito simples: basta subtrair a idade do atleta por 220, isso, se for homem. Para saber a frequência cardíaca máxima feminina, basta fazer o cálculo subtraindo a idade da atleta por 226.

Ultrapassar sua Fc máx pode explodir o coração? Fique tranquilo porque isso não acontecerá. Em um determinado ponto, o coração não terá capacidade de bombear o sangue com tanta eficiência, não será mais eficiente.

Resposta: Tem uma conta básica para saber isso. A freqüência cardíaca máxima é: 220 menos a idade da pessoa. No caso do seu pai, máxima: 220 – 47 = 173 bpm (batimentos por minuto) e a sub-máxima: 195 – 47 = 148 bpm.

No caso de se identificar uma diminuição dos batimentos cardíacos, é recomendado procurar um cardiologista para avaliar as queixas da pessoa e definir o tratamento da bradicardia, de forma mais adequada. Saiba mais sobre a frequência cardíaca normal, alta ou baixa.

Caminhe. A caminhada é um excelente exercício leve que consegue elevar a frequência cardíaca sem quase nenhum esforço. Basta andar um pouco por dia em um ritmo contínuo para melhorar a saúde do seu coração e ainda queimar calorias.