O que Zé Pilintra gosta?

Perguntado por: lcosta . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.9 / 5 16 votos . 6 colaboradores . 1494 visualizações

Amante de diversos tipos de comida, as suas favoritas remetem ao Nordeste, sua região de origem. Por isso, oferendas com farofa, linguiça, sardinha, abóbora e outros alimentos sempre são muito bem-vindas. Além disso, por causa de seu lado boêmio, uma cerveja bem gelada cai muito bem e agrada bastante a entidade.

Saudação ao Zé Pilintra
” Salve Seu Zé Pilintra! Salve os Malandros! Salve a Malandragem!”

Oferendas boas para Zé Pilintra são. Amendoim torrado, sardinhas fritas, tem que ser sete sardinhas e dentro da sétima sardinha, vai os seus pedidos dentro dela. Você pode fazer farrofa de carne seca, carne do sol frita, linguiça paio de casa do norte frita. E tudo tem que ser dentro de alguidar ou prato de barro.

Quem se diz filho de Zé Pelintra é uma forma de expressar que tem uma devoção e identificação muito forte com essa entidade. É comum também alguns umbandistas se dizerem filhos dessa entidade porque é ela quem rege a sua mediunidade, daí criam um laço afetivo e espiritual intenso.

Um malandro galanteador – que morreu pelas costas
Ganhou fama por ser um exímio jogador e um galanteador nato, arrastando corações por onde passava. Por ser muito invejado pelas suas façanhas e truques, José acabou por ser assassinado à faca, pelas costas.

O que o Zé Pilintra faz na vida da pessoa
Quando aparece no terreiro, ajuda na eliminação de energias negativas. Assim, auxilia na purificação da alma de todos os necessitados e também os ajuda a entenderem quais são os melhores caminhos que eles devem seguir – isso relacionado a qualquer tipo de assunto!

Ritual para anular a força dos inimigos
Numa segunda-feira, coloque um papel com o nome do inimigo em cima de uma folha de comigo-ninguém-pode e enrole como um canudo. Depois, amarre uma fita dando sete nós pedindo ao senhor Ogum e ao senhor Zé Pelintra para esfriar e quebrar a força do inimigo.

Iluminai o nosso espírito, nossa alma, nossa inteligência e o coração, abrasando-nos nas chamas do vosso amor por nosso Pai Oxalá. Valei-me, Zé Pelintra, nesta necessidade, concedendo-nos a graça de vosso auxílio junto a Nosso Senhor Jesus Cristo, em favor deste pedido que fazemos agora (faz-se o pedido).

Vitoriosos são aqueles que, mesmo cansados, nunca desistem de seus sonhos. Zé Pilintra me cobre com sua força e sabedoria para que eu nunca fraqueje. Com Zé Pilintra, transforme-se. Quando estiver passando por uma situação ruim, transforme-a em algo positivo.

As oferendas para Exu, orixá conhecido por comer de tudo, são entregues do lado de fora, na rua. Seu lugar favorito são as encruzilhadas, o cruzamento de três estradas. As cerimônias religiosas, essas, sim, são no mais das vezes privadas.

Há vários nomes conhecidos dos malandros na umbanda, como Zé Malandro, Zé do Coco, Zé da Luz, Zé de Légua, Zé Moreno, Zé Pereira, Zé Pretinho, Malandrinho, Camisa Listrada.

Domingo é dia de celebrar a linha das almas guiada por Omulú e Nanã, além de ser também dia dos Pretos Velhos.

Em muitos casos, Zé Pelintra, por ser da rua, é associado ao Orixá Exu.

De acordo com essa ideia, os filhos de Exu normalmente são pessoas que tem como características mais notáveis: alegria, intensidade, carisma, senso de justiça, sensualidade e muita paixão pela vida.

Zé Pelintra se divide em dois malandros, o ritualístico que faz uso de bebidas, brinca com as mulheres, porém, busca trabalhar espiritualmente. E o malandro negro capoeirista que relembra a exclusão de personagens humildes.

Para descobrir o seu Orixá de cabeça através da Numerologia dos Orixás, é preciso somar a data completa do seu aniversário. Se a sua data de nascimento é o dia 12/09/1991, esse número precisa ser somado por completo: 1+2+0+9+1+9+9+1=31.

Nomes de Malandros na Umbanda
Nomes masculinos: Zé Pilintra, Zé da Luz, Zé Malandro, Camisa Preta, Zé do Coco, Sete Navalhas, entre outros.

Ó misterioso espírito, tu que diriges todos os fios de nossa vida! Desce até a minha humilde morada. Ilumina-me para que eu consiga por meio dos abstratos e secretos números dos jogos, o prêmio que há de dar-me fortuna. Com ele, a felicidade e a tranquilidade que tanto preciso dentro da minha alma.

1920

José ou Seu Zé morreu em 1920 e está sepultado na cidade de Alhandra no Estado da Paraíba. As suas façanhas, o gosto pela vida noturna e o costume de estar sempre ao lado dos pobres e desvalidos, fizeram dele também uma entidade venerada em algumas religiões. Portanto meus amigos, o Zé Pelintra, não é um mito.

Esteve sempre ao meu lado, e ensinando a levar a vida do dia a dia, com ele aprendi a jogar, lutar e a viver, com essa navalha aprendi tudo. Esse homem que apareceu e misteriosamente sumiu se chama Zé Pilintra da Lapa,Hoje sou conhecida como Maria Navalha da lapa.