O que mais foi glorificado na arte renascentista?

Perguntado por: rgaspar . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.4 / 5 4 votos . 7 colaboradores . 719 visualizações

No Renascimento, os artistas passaram a ser reconhecidos, assinavam suas obras, tornando-se famosos. Por sua característica humanista, o Renascimento trouxe a glorificação do homem e da natureza humana, em contraposição ao divino e ao sobrenatural.

A arte renascentista possuía características como: natureza e homem como centro das preocupações, utilização do chiaroscuro, perspectiva e proporcionalidade no intuito de produzir obras com rigor científico, representação das emoções do ser humano, racionalidade e idealização da harmonia e da beleza (arte greco-romana) ...

No campo da pintura, como um todo, a arte do Renascimento popularizou o uso da perspectiva geométrica para criar a ilusão de tridimensionalidade na superfície bidimensional, através da representação de profundidade espacial e de volume proporcional nos corpos, feito que revolucionou para sempre a linguagem e o seu ...

As obras criadas pelos artistas renascentistas tinham como principal característica o antropocentrismo, ou seja, o homem como centro do universo, além do racionalismo, cientificismo, naturalismo, universalismo e hedonismo.

Impacto do Renascimento
Ao abrir o mundo à intervenção do homem, o Renascimento sugeriu uma mudança da posição a ser ocupada pelo homem no mundo. Ao longo dos séculos posteriores ao Renascimento, os valores por ele empreendidos vigoraram ainda por diversos campos da arte, da cultura e da ciência.

A transição da Idade Média para a Idade Moderna foi marcada por inúmeras mudanças na Europa: o comércio se intensificou, as cidades se desenvolveram, a burguesia se tornou um grupo social muito poderoso, enquanto a nobreza e o clero perderam prestígio.

Características do Renascimento nas Artes
Foi a partir do avanço científico, social e cultural que surge o movimento do renascimento, o qual foi marcado sobretudo pelo caráter humanista. Assim, o teocentrismo medieval dá lugar ao antropocentrismo renascentista, com a chegada da Idade Moderna.

Liberdade de expressão. Pontuação relativa. Aproximação da linguagem popular e coloquial. Figuras deformadas e cenas sem lógica.

A BELEZA RENASCENTISTA
176), a Beleza é, de fato, entendida seja como imitação da natureza segundo regras cientificamente estabelecidas, seja como contemplação de um grau de perfeição sobrenatural, não perceptível com a visão, porque não completamente realizado no mundo terrestre.

Um papel fundamental foi o mecenas, representado pela igreja e por personagens da nobreza que obtinham prestígio social e propaganda política com o seu mecenato. O mecenato abarcou todos os temas: religiosos, mitológicos, de vida cotidiana, retratos de personagens, etc.

Entre essas transformações, podemos citar: origem da burguesia (com o declínio da nobreza feudal), renascimento urbano e comercial, êxodo rural e a transição do feudalismo para o capitalismo. Do ponto de vista político, o principal aspecto ligado ao surgimento do Renascimento é a formação das monarquias nacionais.

Inspirado pelo humanismo, o renascimento deu à razão humana maior importância do que à revelação divina. Também retomou valores greco-romanos como o racionalismo, o naturalismo e o individualismo.

As características do renascimento são o humanismo, racionalismo, individualismo, antropocentrismo, cientificismo, universalismo e a arte da Antiguidade Clássica. Foi um movimento artístico e filosófico que despontou na Itália no século XV.

O período da Baixa Idade Média, que se estendeu dos séculos XI ao XV, foi marcado por um renascimento urbano e pelo declínio da sociedade feudal na Europa. O feudalismo, predominante durante a Alta Idade Média, começou a entrar em crise, entre outros motivos, pela dinamização do comércio nas cidades.

No renascimento, o pensamento medieval excessivamente teocêntrico, cede lugar a uma cultura voltada para os valores do indivíduo o antropocentrismo, ou seja, o homem no centro do universo.

O renascimento comercial da Idade Média ocorreu por causa da ampliação das rotas comerciais e do estabelecimento de feiras anuais, que atraíam inúmeros comerciantes interessados na venda e troca de produtos. Uma consequência desse fenômeno foi o retorno da utilização da moeda.

Na Idade Média valorizavam-se obras religiosas, geralmente abordadas em um plano (reto). Nas artes (pinturas e esculturas), os artistas do Renascimento basearam-se na observação do mundo e nos princípios matemáticos e racionais como: harmonia, equilíbrio e perspectiva (fundo).

fusão entre as obras de arte e a vida cotidiana; forte aproximação com a cultura pop; questionamentos sobre os conceitos da própria arte; criação de obras interativas, nas quais o espectador participa ativamente.

A Arte Cinética, também conhecida como Cinetismo, é uma corrente ou escola artística do século XX que tem a característica principal a utilização de recursos visuais e técnicas destinadas a dar movimento à obra, ou, pelo menos, passar a impressão de movimento.

Atualmente, há 11 tipos de arte: música, dança, pintura, escultura, teatro, literatura, cinema, fotografia, história em quadrinhos (HQ), jogos eletrônicos e arte digital.