O que John Locke defendia?

Perguntado por: edinis . Última atualização: 15 de julho de 2022
4 / 5 14 votos . 6 colaboradores . 681 visualizações

Locke defendia a ideia de que o conhecimento não é inato, mas resulta do modo como elaboramos as informações que recebemos da experiência.

O aprendizado deveria ser feito por meio de atividades. A ideia era que a criança, pelo hábito, acabaria por entender o que está fazendo. Para Locke, a Educação ideal seria promovida em casa, por um preceptor, papel que ele próprio desempenhou para os filhos de alguns amigos.

empirismo

John Locke (1632-1704) foi um filósofo inglês, um dos principais representante do empirismo - doutrina filosófica que afirmava que o conhecimento era determinado pela experiência, tanto de origem externa, nas sensações, quanto interna, a partir das reflexões.

75) a teoria política de Locke se fundamenta “na teoria do direito natural que reivindica sua legitimidade com base numa hipotética condição natural do ser humano”.

Locke mostrou que a educação deve estar voltada à vida; que o caráter é uma construção difícil que deve ser desenvolvida com muita atenção; que a faculdade racional emerge tardiamente na vida da criança e se desenvolve a partir do exercício da mente, sendo necessária a formação do hábito como o coroamento do processo ...

Locke acreditava que as crianças vêm ao mundo sem nenhum conhecimento, mas já trazendo inclinações e principalmente um temperamento. O educador deveria observar as características emocionais do aluno para submetê-lo a diferentes métodos de aprendizado.

Neste sentido, o trabalho em Locke, tem um caráter agregador de bens. Por outro lado, Marx entende o trabalho como ato gerador, capacidade criativa do indivíduo, que no sistema capitalista, é absorvida e transformada em trabalho alienado.

“O que te preocupa tem controle sobre você.”
Esta é uma das primeiras citações de John Locke que consideramos importantes.

  • Segundo Tratado sobre o Governo (1689)
  • Ensaio acerca do Entendimento Humano (1689)
  • Alguns Pensamentos Sobre a Educação (1693)
  • Carta sobre a Tolerância (1689)
  • Two Treatises of Government Lib/E
  • Razoabilidade do Cristianismo (1695)
O que Locke diz é que somente a experiência nos fornece as ideias que habitam nossos pensamentos. Em outras palavras, que o conhecimento tem um início externo, fora do homem. Ideias, segundo o filósofo inglês, são os objetos do conhecimento, isto é, a matéria da qual o conhecimento é formado.

A filosofia política de Locke fundamenta-se na noção de governo consentido, pelos governados, da autoridade constituída e o respeito ao direito natural do ser humano — à vida, à liberdade e à propriedade.

Seria necessário instituir entre os homens um contrato social ou um pacto de consentimento, no qual o Estado é constituído como “dono” do poder político para assim preservar e consolidar ainda mais os direitos individuais de cada homem, direitos estes que eles já possuíam desde o estado de natureza.

Seu pensamento emerge do contexto das Revoluções Inglesas, quando a Inglaterra se voltou contra o absolutismo da dinastia Stuart. Por defender a Monarquia constitucional e representativa, passou vários anos na França e na Holanda como exilado político.

As pedagogias ativas privilegiam a problematização, oportunizando a descoberta e a criação feita pelos estudantes em parceria com os professores e a comunidade acadêmica. Tais relações se estabelecem entre informações e pessoas e usam o processo de comunicação digital de maneira rápida e intensa.

O trabalho não produz somente mercadorias; ele produz a si mesmo e ao trabalhador como uma mercadoria, e isto na medida em que produz, de fato mercadorias em geral (Marx, 2010, p. 80). Para Marx, o desenvolvimento das forças produtivas tende a transformar o trabalho, dentro do processo produtivo, em algo supérfluo.

O conceito de trabalho é geralmente entendido como a atividade humana realizada com o objetivo de produzir uma forma de obtenção de subsistência. O trabalho é definido por Karl Marx como a atividade sobre a qual o ser humano emprega sua força para produzir os meios para o seu sustento.

Em ciência económica, o conceito de trabalho corresponde ao esforço desenvolvido com o objetivo de se efetuar um determinado processo produtivo. Quem executa esse esforço é, naturalmente, recompensado através do seu salário.

'Posso não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo' - Voltaire. Esta citação, supostamente do escritor e filósofo francês Voltaire, é frequentemente usada por defensores da liberdade de expressão.

Outras frases famosas de Maquiavel
– “Vale mais fazer e arrepender-se, que não fazer e arrepender-se”. – “Para bem conhecer a natureza dos povos, é necessário ser príncipe, e para bem conhecer a dos príncipes, é necessário pertencer ao povo”. – “Quando um homem é bom amigo, tem também bons amigos”.

Onde não há lei, não há liberdade”, disse Locke. Para ele, a sociedade não retira a liberdade dos indivíduos, mas a normatiza. Ele entendia que a liberdade deveria ser garantida por leis promulgadas pelo legislativo, em consenso com a comunidade.