O que causa infecção urinária?

Perguntado por: lzanette . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.7 / 5 16 votos . 5 colaboradores . 659 visualizações

A maioria das infeções urinárias é provocada por bactérias. Em alguns casos, podemos encontrar também infeções por fungos, geralmente em doentes diabéticos ou quando o sistema imunológico (sistema de defesa) está deficitário. As infeções do trato urinário por vírus ou parazitas são raras.

Alguns fatores podem desencadear as infecções urinárias:

  1. pouca ingestão de água.
  2. poucas idas ao banheiro para urinar.
  3. má higienização após evacuar.
  4. má higienização após urinar.
  5. má higienização após relações sexuais.
  6. alterações no hábito intestinal como diarreia ou constipação.
  7. infecções vaginais (vulvovaginites)
  8. stress.

Sintomas de infecção urinária

  • Necessidade urgente de urinar com frequência;
  • Escassa eliminação de urina em cada micção;
  • Ardor ao urinar;
  • Dores na bexiga, nas costas e no baixo ventre;
  • Febre;
  • Sangue na urina nos casos mais graves.

Quando a infecção atinge os rins, chamado de pielonefrite, o quadro é mais grave e os sintomas mudam, podendo aparecer febre alta, dor na região lombar, vômitos e mal estar.

Pega no banheiro?” MITO: As bactérias por trás da encrenca vivem no corpo, não por aí. Nada de segurar o xixi fora de casa.

Ato sexual é porta de entrada para bactéria que causa infecção urinária. “O ato sexual pode causar incômodos e dores durante o quadro de infecção urinária. Em função do desconforto, é indicado que a prática seja evitada. O mesmo vale para homens e mulheres”, afirma o urologista José Ricardo Silvino.

Se você tem uma infecção ativa da bexiga [o tipo mais comum], você não se sente muito confortável na maior parte do tempo nessa área, então, evitar relações sexuais é provavelmente a melhor aposta até que as coisas se acalmem e você se sinta melhor.”

A infecção renal ou pielonefrite corresponde à uma infecção no trato urinário em que o agente causador consegue chegar aos rins e provocar sua inflamação, levando ao surgimento de sintomas como cólica renal, urina com mau cheiro, febre e dor ao urinar, por exemplo.

O tratamento para infecção urinária normalmente é feito com o uso de antibióticos receitados por um médico, como Ciprofloxacino ou Fosfomicina, para combater o excesso de bactérias, como Escherichia coli, que podem estar causando a infecção.

O que causa infecção urinária
Estas bactérias podem entrar pela uretra causando sintomas como dor no abdômen, ardência e urgência para urinar, e quando continuam subindo, chegado até a bexiga e os rins, surgem sintomas como febre ou calafrios, além de gotas de sangue na urina.

Geralmente, antibióticos e muita água, em casa mesmo, resolvem o problema. No entanto, em pessoas mais velhas ou quando a infecção já alcançou outros órgãos para além da bexiga, o paciente deve ser internado. Depois que o problema chega ao rim, a condição passa a ser chamada de pielonefrite e o perigo aumenta.

Exame de urina. Fica pronto em um curto período de tempo e analisa a presença de bactérias, o número de leucócitos (células de defesa do organismo) e outros sinais que identifiquem uma possível infecção. É o exame mais adotado para realizar o diagnóstico da patologia; Urocultura ou cultura da urina.

"Se você está com infecção e não melhora, mesmo se estiver tomando antibiótico, e sente febre e mal-estar é um sinal de que algo está fora do esperado e é importante ir ao médico. Aliás, logo na primeira ardência ao urinar vá ao médico e faça acompanhamento do tratamento," aconselha Sacomani.

É o caso da diarreira, da hepatite A e, com menos frequência, do herpes e do HPV (vírus do papiloma humano, que pode causar câncer do colo do útero).

"A urina costuma ser estéril (as bactérias não conseguem se proliferar) e não é uma fonte de doenças. Os maiores problemas costumam mesmo ser a higiene e o mau cheiro", afirma Vicentini. Além disso, nossa pele possui barreiras de defesa que impedem que qualquer contato com o vaso deixe "passar" alguma coisa.

Muitas pessoas, nos lares e banheiros públicos, sobem nos vasos sanitários para não ter contato com partes contaminadas da privada. Com isso, correm risco de lesões graves ou mortes caso o vaso sanitário quebre.

A proximidade facilita a contaminação da uretra por pequenos organismos (bactérias e fungos) que vivam na vagina ou que estejam causando um corrimento vaginal. Além disso, na mulher, a uretra é um canal de passagem muito curto até a bexiga, o que também facilita o surgimento de infecções.

Geralmente os sintomas acabam após 1 dia, mas, se persistirem por mais de 3 dias, é importante que haja uma reavaliação pelo urologista. – Infecção em Homens: A infecção urinária nos homens é mais rara, geralmente associada a doenças da próstata.

Não existe tempo exato para uma cistite evoluir para uma pielonefrite (infecção do trato urinário superior). Essa evolução depende de fatores de risco da paciente (por exemplo: idade, gestação, uso de medicações, imunidade...), inclusive nem sempre ocorre.

As infecções urinárias altas ocorrem quando há comprometimento de pelo menos um dos rins. A infecção da bexiga recebe o nome de cistite. A infecção da uretra é conhecida como uretrite. A infecção renal é chamada de pielonefrite.