O que causa gordura no fígado?

Perguntado por: iconceicao9 . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.6 / 5 11 votos . 9 colaboradores . 912 visualizações

Ainda, o acúmulo de gordura no fígado e a esteatose hepática podem ser causadas por um estilo de vida não saudável, no qual o indivíduo consuma muitos alimentos gordurosos. Outras causas para gordura no fígado incluem: obesidade, gravidez, hipertensão (pressão alta), sedentarismo, colesterol alto e diabetes.

Na maioria dos casos, a gordura no fígado não causa sintomas perceptíveis. Mas você pode sentir cansaço e desconforto no lado superior direito do abdômen. No entanto, algumas pessoas com gordura no fígado desenvolvem complicações, incluindo cicatrizes hepáticas. A cicatriz hepática é conhecida como fibrose hepática.

Dieta do mediterrâneo no Tratamento do Fígado Gorduroso
Muitas frutas, verduras e legumes nas refeições; Ingestão moderada de carboidratos complexos em sua forma integral; Aumento na ingestão de carnes brancas, principalmente peixes; Aumento no consumo de gorduras monoinsaturadas (azeite, abacate, castanhas);

Geralmente, a medida mais eficaz para controlar esteatose hepática é emagrecer, sendo que reduzir 7% do peso corporal já pode trazer bons resultados. Para isso deve-se ter uma dieta hipocalórica, evitar frituras, gorduras e doces e aumentar a ingestão de frutas, legumes, verduras e carnes magras.

Neste estágio, a doença apresenta mais sintomas e pode avançar para doenças mais preocupantes, como a cirrose hepática e o câncer de fígado.
...
Em casos mais sérios, pode ainda acontecer de a pessoa apresentar :

  • Hemorragias;
  • Confusão mental;
  • Inchaço nas pernas;
  • Olhos e pele amarelados;
  • Dificuldade para dormir.

Aumentar o consumo de fibras vai ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue e o colesterol, o que é muito benéfico quando temos o fígado gorduroso. Inclua no café da manhã alimentos como a aveia (em flocos ou farinha), cereais integrais (pão, granola) e frutas como a laranja, pera, kiwi e abacaxi.

Beber café de qualquer tipo reduz o risco de problemas no fígado, diz estudo. Compartilhe: Beber até três ou quatro xícaras de café com cafeína ou descafeinado por dia reduz o risco de desenvolver e morrer de doenças crônicas do fígado, segundo um novo estudo.

O abacaxi possui uma potente enzima chamada bromelina ajudando a desobstruir o fígado do acúmulo de gorduras e toxinas.

A gordura no fígado também está associada ao consumo excessivo de alimentos ricos em carboidratos, como o pão e o macarrão. Dessa forma, o consumo desses alimentos deve ser moderado e preferencialmente ser consumido na forma integral.

Os melhores sucos para combater gordura no fígado

  • Suco de cranberry e chia. Cranberry limpa o acúmulo de gordura no fígado, enquanto chia impede que esse órgão absorva impurezas rapidamente. ...
  • Maçã e dente-de-leão. ...
  • Limão e pepino. ...
  • Tamarindo e cúrcuma.

3 remédios naturais para problemas no fígado

  1. Chá de boldo. O boldo é uma das plantas mais importantes para a saúde hepática, pois ajuda no funcionamento da vesícula biliar, liberando mais bile e eliminando o excesso de toxinas no interior das células do fígado. ...
  2. Infusão de cardo-mariano. ...
  3. Comer alcachofra.

“Mas o ideal mesmo é perder 10% do peso em um período de seis meses”, esclarece a hepatologista Liana Codes, do Hospital Português da Bahia, em Salvador. O período mencionado pela médica tem sua razão de ser. Isso porque diminuir as medidas com muita rapidez é até perigoso para o fígado.

Remédios caseiros para o fígado

  1. Chá de boldo. O boldo é um excelente remédio caseiro para tratar fígado gorduroso ou fígado inchado, pois possui propriedades que melhoram a secreção da bile, que é produzida pelo fígado, aliviando sintomas como enjoo, dor e desconforto abdominal. ...
  2. Infusão de jurubeba. ...
  3. Infusão com alcachofra.

Doenças do Fígado

  • ascite.
  • Tumores Benignos de Fígado.
  • Cirrose.
  • Encefalopatia hepática (HE)
  • Icterícia.
  • Cistos Fígado.

Algumas das causas comuns de problemas no fígado são o excesso de gordura neste órgão, que ocorre principalmente em pessoas com excesso de peso ou que não praticam atividade física, excesso de álcool, uso abusivo de medicamentos e doenças como hepatite, cirrose, ascite, esquistossomose e hipertensão portal.

Os tipos mais comuns de infecção no fígado são a hepatite A, B e C, transmitidas por vírus, que além de provocarem dor no fígado, podem causar sintomas como perda do apetite, enjoo e vômito, cansaço, dor nos músculos e articulações, dor de cabeça, sensibilidade à luz, fezes claras, urina escura, pele e olhos amarelados ...

SEMPRE QUE O MÉDICO PRECISA AVALIAR A SAÚDE DO FÍGADO ELE COMEÇA SOLICITANDO UM EXAME DE SANGUE CHAMADO HEPATOGRAMA, QUE AVALIA: AST, ALT, GGT, ALBUMINA, BILIRRUBINA, LACTATO DESIDROGENASE E TEMPO DE PROTROMBINA. ESTES VALORES INDICAM QUANDO ESTE ÓRGÃO ENCONTRA-SE AFETADO, PORQUE ESTES MARCADORES SÃO MUITO SENSÍVEIS.

É importante ressaltar que o aumento de gordura no fígado, constante e por tempo prolongado, pode provocar uma inflamação capaz de evoluir para quadros graves de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até câncer. Nesses casos, o fígado não só aumenta de tamanho, como adquire um aspecto amarelado.

Graus de esteatose hepática
Grau 2 (moderada): há acúmulo moderado de gordura, de forma que até 60% das células do fígado estão afetadas; Grau 3 (grave): há um grande acúmulo de gordura no fígado.

Como desintoxicar o fígado: dieta, chás e outras opções

  1. Ingerir alimentos desintoxicantes. ...
  2. Beber sucos detox. ...
  3. Tomar chás detox. ...
  4. Beber água diariamente. ...
  5. Praticar atividade física regular. ...
  6. Dormir 7 a 9 horas por noite. ...
  7. Evitar alimentos inflamatórios.