Em que região brasileira o forró surgiu?

Perguntado por: iprates6 . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.7 / 5 20 votos . 10 colaboradores . 1458 visualizações

região de Pernambuco

Derivado do nome “forrobodó”, que significa confusão, arrasta-pé, ou farra, o forró surgiu no século XIX, na região de Pernambuco, onde eram realizados bailes populares.

Tudo começou nos bailes chamados Forrobodó, no final do século 19; com Luiz Gonzaga, o ritmo se espalhou pelo país. Tudo começou no final do século 19, nos bailes chamados Forrobodó - termo que, com o tempo, foi abreviado e virou forró. Com o sucesso de Luiz Gonzaga, o forró se espalhou por todo o Nordeste e país.

A origem do Forró se deu, em Pernambuco, nos anos 1930. Porém, foi só vinte anos mais tarde, na década de 1950, que ele se popularizou realmente. O responsável por isso foi o compositor e cantor Luiz Gonzaga (1912–1989). Ele gravou, em 1949, a música “Forró de Mané Vito” que fez grande sucesso no Nordeste inteiro.

O forró é um tipo de dança que surgiu no nordeste e é muito comum em festas juninas. Esse ritmo brasileiro possui diversos subgêneros, como: xaxado, arrasta-pé, xote e baião.

Forró como dança
O forró é dançado em pares em posição de abraço fechado, com os parceiros de frente um para o outro, usando contato corporal total ou parcial. Dependendo do estilo de música tocada - baião, xote, xaxado, forró universitário ou eletrônico - a maneira de dançar também é alterada.

O forró é uma espécie de baile popular com músicas de origem nordestina. O forró é uma dança popular de origem nordestina. Esta dança é acompanhada de música, que possui o mesmo nome da dança. A música de forró possui temática ligada aos aspectos culturais e cotidianos da região Nordeste do Brasil.

Isso porque a dança de forró não se limita apenas ao "dois para lá e dois para cá", pois essa é considerada uma atividade física capaz de ajudar a tonificar os músculos, perder calorias e renovar as energias mentais e corporais.

Nos anos 2000, esse tipo de música ganhou nova repaginada e surgiu na forma do forró universitário, que acrescentava ao estilo original algumas mudanças instrumentais.

As primeiras grandes mudanças vieram a partir de 1975, quando músicos populares da época, como Alceu Valença, Zé e Elba Ramalho e Geraldo Azevedo se enveredaram pelo forró, adaptando o estilo à época e à forma que já tocavam. Era o forró Universitário, que tinha o nome tirado do público jovem e urbano a que apelavam.

Existem três tipos de forró atualmente.

  1. Forró pé de serra. O forró pé de serra nasceu em meados da década de 40 e é o mais tradicional de todos os tipos. ...
  2. Forró universitário. ...
  3. Forró eletrônico.

Como é um ritmo bem acelerado, dançar forró ajudar a perder calorias, além de fortalecer os músculos das pernas, o abdômen e os glúteos. Segundo a médica do esporte, Fernanda Lima, dançar por uma hora queima mais de 200 calorias.

Música da América Latina

Música da América Latina inclui os estilos musicais de todos os países da América Latina e está distribuída em diversas variedades. Faz parte desde a simples música do norte do México à sofisticada havaneira de Cuba, bem comoas sinfonias de Heitor Villa-Lobos e os simples sonsda quena, uma flauta andina.

O forró surgiu em meados da década de 1930, popularizando-se por volta dos anos 1950 por todo o Brasil através do poeta, cantor e compositor Luiz Gonzaga (1912 -1989), que convencionou o formato do trio de forró composto pelos instrumentos musicais sanfona, zabumba e triângulo.

A música de forró é acompanhada dos seguintes instrumentos musicais: triângulo, sanfona e zabumba.

A real popularização do ritmo se deu a partir da década de 40, com Luiz Gonzaga, pernambucano do município de Exu que foi para o Rio de Janeiro e gravou inúmeras músicas que falavam do cotidiano nordestino. No início, o artista chegou a sofrer preconceito.

luiz gonzaga

O forró surgiu no nordeste e seu principal representante é o luiz gonzaga. No início, este estilo musical quis contar a vida do homem sertanejo e a alegria do povo do sertão nordestino. Na década de 90, foram criados dois tipos de forró, além do tradicional arrasta-pé, o forró eletrônico e o universitário.

O forró eletrônico é considerado um subgênero do forró que se originou na década de 90. Esse tipo de forró possui como principal característica a mistura do forró tradicional com outros estilos musicais, como lambada, rock, sertanejo, pop e axé music.

Ela desenvolve vários elementos corporais, rítmicos e físicos, sendo também um meio de se discutir inúmeras questões culturais e sociais da atualidade, tais como a erotização do corpo, sexualidade, a questão do gênero.

Formada por integrantes jovens, o Forró Universitário utiliza os instrumentos do pé-de-serra acrescidos de instrumentos como violão e o contrabaixo. Os maiores representantes desse estilo são as bandas Falamansa, Flor de Mandacaru entre outras lançadas mais recentemente.

Isso porque no ano de 1949 o cantor e compositor Luiz Gonzaga gravou a música “Forró de Mané Vito”, que caiu no gosto do povo. Foi ele quem popularizou a sanfona ou acordeon e desde então, o ritmo passou a ser reconhecido por todos os cantos do Brasil.