Em que local da flor ocorre a fecundação?

Perguntado por: lbarbosas . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.5 / 5 4 votos . 7 colaboradores . 556 visualizações

A partir do estigma, o grão de pólen forma o tubo polínico que percorre o estilete adentrando no óvulo localizado no interior do ovário. No interior do óvulo ocorre a fecundação, onde o núcleo espermático (gameta masculino) adentra a oosfera (gameta feminino) gerando um zigoto que irá se desenvolver em embrião.

Ele ocorre geralmente na tuba uterina, e em até trinta e seis horas após a ovulação. Ovulação é o fenômeno no qual o sistema genital feminino libera o ovócito, anteriormente abrigado em uma estrutura localizada no ovário chamada folículo.

A oosfera situa-se em posição estratégica dentro do óvulo, bem junto a pequena abertura denominada mocrópila. O tubo polínico atinge exatamente a micrópila ovular e um dos dois núcleos espermáticos do pólen fecunda a oosfera, originado o zigoto. Este dará origem ao embrião.

É na antera que encontramos os grãos-de-pólen. Gineceu: órgão reprodutor feminino da flor. É formado por folhas modificadas chamadas de pistilos ou carpelos.

e) frutos das angiospermas se originam a partir do desenvolvimento do ovário. Após a fecundação, o ovário se transforma em fruto e os óvulos, em sementes.

Os sinais e sintomas de fecundação nem sempre estão presentes ou podem ser difíceis de identificar, porém os mais comuns são:

  • Leve cólica abdominal no 6º ou 7º dia após o período fértil;
  • Corrimento rosado até 3 dias depois da relação;
  • Cansaço e sonolência;
  • Dor de cabeça leve e persistente;
  • Seios inchados e doloridos.

Fecundação é a quando o espermatozoide se une ao óvulo e forma o zigoto. Essa formação ocorre no interior das trompas, e o óvulo fecundado em seguida se encaminha na direção do útero.

Chamamos de nidação o processo de implantação do óvulo fecundado no endométrio, tecido que reveste a parte interna do útero. Esse processo pode causar um pequeno sangramento, o corrimento marrom, que é um indicador de gravidez e possui determinadas diferenças com a menstruação e o escape.

Gametas são células especiais que contêm a metade do número de cromossomos (23) presentes nas células do organismo. Assim, a fusão de dois gametas tem o potencial de formar um novo conjunto de células (embrião) com o número completo de cromossomos (46), que, por sua vez, têm o potencial de formar um novo indivíduo.

Formação dos megásporos e das oosferas: ocorre no interior dos ovários femininos (situados no carpelo da flor), onde uma célula (2n) sofre meiose e origina quatro células (n). Destas quatro, três se degeneram e uma se diferencia, originando o megásporo (n).

A reprodução das angiospermas inicia com a polinização. A polinização é o transporte do grão de pólen da antera até o estigma, onde se forma o tubo polínico. Ao se instalar no estigma, o grão de pólen germina e forma o tubo polínico. Este cresce, através do estilete, até atingir o óvulo, no ovário.

As flores são importantes para a reprodução sexual das plantas. Eles produzem células sexuais masculinas e células sexuais femininas. As células reprodutivas masculinas são chamadas de grãos de pólen e as células reprodutivas femininas são chamadas de óvulos.

Ovário: no ovário ficam guardados os óvulos que, depois de fecundados, geram as sementes. Estigma: o estigma fica localizado na parte superior do carpelo, sua função é produzir uma substância que segura os grãos de pólen, não permitindo que eles sejam desperdiçados antes da fecundação do óvulo.

A flor é um ramo modificado que apresenta verticilos férteis. Nessa estrutura, são encontrados os órgãos reprodutores da planta, o androceu (masculino) e o gineceu (feminino).

A flor é o órgão sexual responsável pela reprodução da planta. A polinização é a transferência do pólen entre as partes masculina e feminina da flor que permite a fertilização e a reprodução. O vento, a água e principalmente os animais fazem a polinização das plantas silvestres e cultivadas.

Após a fecundação da flor, o ovário irá desenvolver-se em fruto, e o óvulo dará origem à semente.

Polinização é o processo de transferência de células reprodutivas masculinas para o receptor feminino da flor. Essa transferência acontece por meio do pólen. Uma vez que o gameta masculino encontra o gameta feminino, ocorre a fecundação. Da fecundação, acontece a produção de frutos e sementes.

Quanto tempo depois de um coito ocorre a fecundação
Depois de um coito, os espermatozóides podem permanecer no aparelho genital da mulher, mantendo a sua capacidade fecundante, até seis dias. Se o coito ocorrer cinco dias antes do dia da ovulação, a fecundação ocorrerá seis dias após o coito.

Uma vez que os espermatozoides podem sobreviver entre 3 a 7 dias após a ejaculação, teoricamente, o óvulo pode ser fecundado até 7 dias após a relação sexual, caso esta ocorra no dia da ovulação (libertação do óvulo maduro).

A fecundação, encontro do espermatozoide com o ovócito, ocorre na tuba uterina. O desenvolvimento do embrião ocorre no útero.