Como nasce uma estrela?

Perguntado por: hcarvalho . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.5 / 5 20 votos . 8 colaboradores . 685 visualizações

As estrelas nascem a partir de nuvens de gás e poeira (nebulosas) existentes no espaço interestelar. Estas nuvens são, regra geral, muito extensas e muito frias. Se a nuvem for perturbada (por exemplo pela passagem de uma estrela nas suas proximidades, pela explosão de uma estrela vizinha,...)

Sim, as estrelas morrem. Um fato interessante é que quanto maior a massa de uma estrela, menor será o seu tempo de vida. Isso porque, quanto maior a massa do astro, maior é a força gravitacional que tende a colapsar a estrela.

Esse processo é chamado de fusão nuclear e libera muita energia. Essa sequência de fenômenos caracteriza o início da vida de uma estrela.

“No primeiro roteiro que eu li, Jackson nada pelo oceano e se afoga. Depois, no roteiro quando começamos a filmar, ele andava em sua motocicleta. É mais como o final de Kris Kristofferson, de 1976, com a Ferrari, mas Jackson pegaria a sua Harley. Mas, Bradley mudou de ideia, veio me ver e imaginou outro final.

Assim como os planetas e seus satélites, o real formato de uma estrela é o esférico.

Resposta. Um estrela se forma a partir de nuvens moleculares, feitas de poeira e gás hidrogênio, essas nuvens começam a se condensar, porque as particulas são atraídas uma as outras pela propria gravidade.

As estrelas não se distribuem uniformemente pelo universo, mas são normalmente agrupadas em galáxias, junto com gás e poeira interestelares.

"As de massa bem maiores que a do Sol, cerca de dez vezes maiores, por exemplo, vão durar dezenas de milhões de anos, enquanto o tempo de vida do astro solar é de 10 bilhões de anos. Já estrelas com um décimo da massa solar têm uma expectativa de vida de várias dezenas de bilhões de anos", afirma Thais Idiart.

Apesar de comum, a metáfora “virou uma estrelinha” não é a melhor forma de contar a uma criança que alguém que ela gostava morreu. A principal dica para comunicar às crianças sobre a morte de alguém é ser sincero e literal.

Quando o suprimento de hidrogênio no núcleo acaba, a estrela começa sua trajetória final de vida que depende muito de quanta massa ela tinha. Se for pouca massa, como o Sol, ela fatalmente vira uma gigante vermelha para depois formar uma nebulosa planetária com uma anã branca em seu centro.

Quando as estrelas consomem o hidrogênio no núcleo, que corresponde a aproximadamente 10% da sua massa total, elas saem da sequência principal. A geração de energia passa a se dar, então, em uma camada externa a este núcleo, onde a temperatura e a densidade são suficientes para continuar mantendo as reações nucleares.

Para descobrir a foto do seu aniversário, basta acessar o site imagine.gsfc.nasa.gov/hst_bday/ e preencher o dia e o mês do seu nascimento. A imagem do espaço é exibida imediatamente, informando o ano em que a foto foi tirada e mostrando um cartão com a explicação sobre o astro.

Os signos do Zodíaco servem de base ao estudo astrológico. As doze constelações zodiacais são Áries (Carneiro), Taurus (Touro), Gemini (Gémeos), Cancer (Caranguejo), Leo (Leão), Virgo (Virgem), Libra (Balança), Scorpius (Escorpião), Arcitenens (Sagitário), Caper (Capricórnio), Amphora (Aquário) e Pisces (Peixes).

Arrasado com a percepção de que ele é o responsável por prejudicar a vida de sua amada, o já depressivo Jack comete o sacrifício final, e se suicida para que Ally possa se ver livre dele.

O último Nasce Uma Estrela, no entanto, quis dar um final que marca uma triste tendência atual. No longa, o personagem de Bradley Cooper se enforca. O método é o mesmo utilizado por celebridades contemporâneas que tiraram a própria vida.

Quando eu assisti o filme, eu não imaginava qual seria o fim”, afirmou Emmerich. Com 8 indicações ao Oscar, no Nasce Uma Estrela mais recente, no entanto, o personagem de Bradley Cooper se enforca. As três versões do longa contam a história do astro Jackson Maine e de Ally, uma cantora que ganha a vida como garçonete.

Alguns tipos de estrelas são: anãs brancas, anãs marrons, gigantes vermelhas, supergigantes azuis, estrelas de nêutrons e estrelas variáveis.

Os astrônomos classificam as estrelas pelo tamanho e pela temperatura superficial. Conforme seu tamanho, as estrelas podem ser chamadas de supergigantes, gigantes brilhantes, gigantes, subgigantes, anãs ou normais e subanãs.

A cor de uma estrela é determinada pela parte de seu espectro visível que mais contribui para sua luminosidade total. Estrelas azuis são as mais quentes, as vermelhas as mais frias. No caso de estrelas, "frio" significa temperaturas da ordem de 2000 ou 3000K, umas 15 vezes mais quente do que nosso forno de casa.

Daqui a 7,5 bilhões de anos o Sol vai se apagar. Mas, antes disso, vai crescer, brilhar muito mais e quase derreter o sistema solar.