Como baixar febre?

Perguntado por: ovilela . Última atualização: 16 de julho de 2022
4.1 / 5 11 votos . 4 colaboradores . 953 visualizações

Tratamentos naturais para baixar a febre

  1. Retirar o excesso de roupa;
  2. Ficar perto de um ventilador ou num local arejado;
  3. Colocar uma toalha molhada em água fria na testa e nos pulsos;
  4. Tomar um banho com água morna, não demasiado quente nem demasiado fria;
  5. Manter o repouso em casa, evitando ir trabalhar;
  6. Beber água fria;

O “—Manual Merck” reforça a ideia de que a febre é benéfica para o organismo e não deve ser suprimida rotineiramente: Os mecanismos de defesa do hospedeiro ficam aumentados por uma temperatura elevada, portanto a febre é potencialmente benéfica e não deveria ser suprimida rotineiramente.

Febres acima de 38,5 ou 39 graus costumam cursar com maior desconforto e são frequentemente medicadas, mas mesmo nestas temperaturas, se o paciente não referir desconforto, uma boa opção é observar sem medicar.

Infecções por vírus, bactérias e parasitas, doenças do sistema nervoso ou cardiovasculares são fatores que podem provocar o aumento da temperatura corporal. Em geral, a febre é um sintoma passageiro e ao perceber esse quadro o paciente deve buscar auxílio médico para descobrir qual é a real causa do problema.

Se pessoas com febre tiverem sinais de alerta. A temperatura é considerada elevada quando é superior aos 38 °C, conforme medida com um termômetro na boca ou mais alta que 38,2 °C, se medida por... leia mais , elas devem consultar um médico imediatamente.

De modo geral, os limites considerados normais podem variar de 36°C até 37,7°C, e há referências na literatura médica que referem 37,5ºC como o valor de corte. Entretanto, prevalece entre os médicos o consenso de que a febre é toda temperatura maior ou igual a 37,8°C.

Quando alcança 40°C, pode levar ao coma e, com 42°C, a pessoa morre”, diz.

Mito. Embora a superfície corporal esteja quente, a tendência é que a pessoa febril sinta muito frio. Por isso, é mais indicado manter a criança agasalhada, mas sem exageros para evitar que a temperatura do corpo suba ainda mais.

“Não há perigo em dormir em si, mas é essencial observar o contexto.

Considera-se febre a elevação da temperatura do corpo a pelo menos 37,8 ºC. Esse quadro febril costuma se manifestar nas infecções por vírus sazonais, como os da gripe, que por sua vez possui sintomas parecidos com os apresentados pelo novo coronavírus.

febre alta – mais de 39,6°C. Não há outro jeito: é uma emergência e se deve procurar um médico.

Criança com 40 graus de febre é motivo de alerta!
Na verdade, é um sinal de que alguma coisa está errada, como explica a pediatra Ana Eyama: “É uma resposta normal de defesa do nosso corpo frente a algo que possa causar um dano.

Uma temperatura corporal alta assim pode causar o mal funcionamento da maioria dos órgãos. Tal elevação extrema às vezes resulta de infecção muito grave (tal como sepsia, malária ou meningite), podendo ser causada também por insolação ou pelo uso de certas drogas.

Além das infecções, que são a principal causa da febre, o aumento da temperatura também pode acontecer por outros motivos, desde o excesso de roupa, até reações a medicamentos ou situações mais graves, como doenças autoimunes e câncer.

A febre que vai e volta, conhecida também como febre intermitente, é um tipo de febre que aparece somente em algumas horas do dia, vai embora e, depois, retorna novamente, e que pode ter diversas causas, principalmente relacionadas a infecções, como malária, leptospirose, Zika ou tuberculose, por exemplo.

Ou seja, é aquela febre que vai e volta. Esse breve retorno à normalidade acontece pelo menos uma vez a cada 24 horas. Uma causa que pode levar a febre intermitente é o contato do ser humano com as bactérias intermitentes, como é o caso da malária, da tuberculose e da leptospirose.

Um paciente que está apresentando um quadro de febre e dor no corpo por um período igual ou superior a três dias pode estar gripado ou resfriado. A gripe e o resfriado são infecções virais que provocam sintomas como febre, tosse, e dor no corpo.

É considerado febre quando a temperatura axilar é superior a 38ºC, no entanto, a temperatura pode ser classificada de diferentes formas:

  • Ligeiramente aumentada (subfebril ou febrícula): 37,5ºC a 37,9ºC. ...
  • Febre: 38ºC ou superior;
  • Febre alta: acima de 39ºC.

É preciso tirar toda a roupa da criança que está com febre.
Lembre-se, no entanto, que após administrar o antitérmico, sempre receitado pelo pediatra, o inverso pode ocorrer, ou seja, a criança pode sentir muito calor e suar muito. Neste caso, fazemos o inverso, tiramos o excesso de roupa.

Como a febre é sinônimo que o organismo está trabalhando mais para combater o agente invasor, pode ocorrer dor no corpo, mal estar e cansaço. Deixar que o bebê descanse é uma boa forma para recarregar as energias. Não acorde seu bebê para medicar contra a febre.