Como abrir um MEI?

Perguntado por: emendes . Última atualização: 15 de julho de 2022
4.6 / 5 3 votos . 14 colaboradores . 638 visualizações

Como abrir um MEI?

  1. Acesse o Portal de Serviços do Governo Federal e crie uma conta com login e senha. ...
  2. Após realizar o login, acesse o Portal do Empreendedor e clique em “Quero ser MEI”;
  3. Se ainda tiver dúvidas se a atividade que você exerce é permitida no cadastro do MEI, clique em “Quem pode ser MEI”;

Em 2022, o Microempreendedor Individual conta também com o aumento no limite de faturamento do MEI. O novo limite muda de R$ 81 mil para R$ 130 mil. Em relação a quantidade de funcionários que podem ser contratados, o número subiu de 1 para 2.

Porém, após finalizar o cadastro e abrir o CNPJ MEI, é preciso pagar todo mês o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). O valor do DAS varia de R$ 61,60 e R$ 66,60 (valores em 2022), conforme as atividades do MEI.

Aqui, o cálculo também é simples — no entanto, você deve descontar as despesas. Ou seja, tudo aquilo que você pagou em nome do MEI (contas de luz ou água ou internet, aluguel, fornecedores etc). É importante ter os comprovantes, notas fiscais e recibos de todos eles. Renda tributável: R$ 31.000,00.

Como abrir um MEI gratuitamente: passo a passo simples
O processo de abertura do MEI é simples: Acesse a página do Portal gov.br e clique no botão “QUERO SER MEI” e, em seguida, no “Formalize-se”. A plataforma vai pedir o CPF e a senha do seu cadastro no Portal.

Todo o processo de cadastro do MEI é gratuito. Para fazer a sua inscrição, basta acessar o site gov.br Empresas & Negócios, selecionar a opção "Formalize-se", seguir todas as orientações solicitadas pela plataforma e pronto! Seu CNPJ será gerado imediatamente e você poderá emitir notas fiscais quando for necessário.

Para que haja a formalização do MEI, é preciso que o interessado tenha uma conta do gov.br. Anteriormente, qualquer nível era aceito pelo governo federal. Entretanto, o nível prata ou ouro passará a ser exigido.

Sim, é possível abrir uma empresa estando com o nome negativado. Pessoas físicas que estão com alguma restrição financeira ou nome sujo como é mais conhecido, podem sim realizar a abertura da tão sonhada empresa sem nenhum problema.

Ter o CNPJ negativado não interfere em nada no histórico do CPF, tanto quanto o CPF sujo ou altamente endividado também não influencia nos registros do CNPJ – embora não seja incomum os bancos analisarem o histórico de ambos antes de conceder um empréstimo a um ou ao outro, uma vez que estejam conectados.

Posso ter dois MEIs no mesmo CPF? A resposta é: não, não é possível ter dois MEIs. Para casos em que o empreendedor exerce mais de uma atividade como MEI, ele poderá escolher uma atividade principal e até 15 atividades secundárias entre as ocupações permitidas como MEI.

Quem deseja abrir um CNPJ não precisa pagar qualquer valor para a Receita Federal, o serviço é gratuito e pode ser solicitado diretamente na internet.

De maneira ampla, no Simples Nacional o empreendedor PJ paga em 9,3% de impostos – sendo 6% do Simples (DARF única com impostos) e 3,3% do INSS. No Lucro Presumido, com um faturamento de até R$ 187.500,00 por trimestre, os impostos são de 11,33% da parte federal mais o ISS, que pode variar de 2% a 5%.

O microempreendedor individual deve pagar o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). Seu valor está próximo de R$ 50 e pode variar de acordo com o piso salarial. Afinal, nele está incluída a contribuição para o INSS, correspondente a 5% do salário mínimo.

Assim como no caso dos demais contribuintes pessoas físicas, a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física torna-se obrigatória caso o MEI tenha renda tributável superior à faixa de isenção de R$ 28.559,70, o que equivale a R$ 2.379,97 por mês.

Enquanto o MEI contribui mensalmente com R$ 55 referente ao INSS, o profissional autônomo paga, no mínimo, 11% sobre o salário mínimo vigente — considerando a quantia determinada para 2021, temos um recolhimento de R$ 121 todos os meses, ou seja, ele paga mais pelo mesmo benefício.

Acesse o Portal do Empreendedor para dar início ao cadastro. Na tela de formalização é possível começar o seu registro de Microempreendedor Individual para conseguir CNPJ para autônomo. Tenha em mãos os seus dados pessoais, como CPF e título de eleitor.

O APP MEI já está disponível para download gratuito nas versões para Andriod e IOS. Utilizando o aplicativo MEI o usuário poderá verificar informações referentes a seu cadastro como: Microempreendedor individual, como situação tributária, CNPJ, nome, endereços cadastrados, débitos e natureza jurídica.

MaisMei: o melhor aplicativo para MEI
Com mais de 800 mil usuários e 12 mil CNPJs abertos através do aplicativo, o MaisMei vem desde 2018 ajudando milhares de microempreendedores individuais a gerirem suas empresas de forma descomplicada e com segurança.

Para cadastro como MEI acesse https://www.gov.br/empresas-e-negocios/pt-br. Esse o link do site oficial do governo, lá você pode fazer o cadastro gratuito e online.

O valor da contribuição do MEI é de até R$ 66,60 variando de acordo com seguimento de atuação somado ao ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e/ou ISS (Imposto Sobre Serviços). Esses valores são reajustado anualmente conforme aumento do salário-mínimo.